segunda-feira, 8 de maio de 2017

MEDO DE MUDAR DE EMPREGO!

Trabalho na mesma empresa desde Junho de 2010.. Efectiva desde 2013. Insatisfeita metade do tempo mas... acomodei-me! O medo de iniciar do zero e o comodismo conseguem ser mesmo muito fortes! No início deste ano pensei muito e a resolução de Ano-Novo foi: Encontrar um novo trabalho. Comecei a enviar Currículos, actualizei o Linkedin e fui a muitas entrevistas depois do horário de trabalho. Encontrei o que procurava! Vou iniciar dia 15. Sexta-feira é o meu último dia de trabalho no emprego actual. Vou para melhor? Não sei. Vou arrepender-me mais tarde? Também não sei. Só sei que estava infeliz e quem não arrisca, não sai do mesmo lugar... Se não estamos bem, ao invés de estarmos constantemente a reclamar, devemos ir à procura de algo que nos faça feliz, mesmo que não saibamos exactamente se vamos mudar para melhor. A vida é um risco e se nós fossemos feitos para estarmos sempre no mesmo sítio, teriamos nascido árvores!!!



"Se você vive reclamando do seu trabalho e não faz nada para mudar isso, então a culpa não é do seu trabalho, a culpa é sua!"
Renata Cristina dos Santos

"Mude

Você percebe que precisa mudar de emprego,quando chega ao teu trabalho já querendo ir embora.
Você percebe que teu casamento acabou quando você finge dormir quando ouve o marido chegando.
Você começa uma dieta ao perceber que aquele jeans que você ama, já não lhe cabe...
A vida lhe mostra indícios mas a decisão em se acomodar ou virar o jogo depende unicamente de você"
Rose Bueno



quarta-feira, 12 de abril de 2017

segunda-feira, 10 de abril de 2017

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Silver Sisters - Afinal não estás sozinha!

Alguns blogs muito interessantes e que ajudam a nos mantermos no "caminho" certo e nunca desistir ! 😉


http://goinggrayblog.com/2013/09/going-gray-looking-great-author-diana-jewell-in-chicago/#

http://howbourgeois.blogspot.pt/p/its-gray-hair-party.html

http://w11.zetaboards.com/Cafe_Gray/index/

http://blog.boombycindyjoseph.com/interview/style-goes-strong-silver-sisters/

http://www.vibrantnation.com/celebrate-grey-hair-color-with-the-silver-sisters/



Dois meses sem pintar o cabelo

Amanhã faz dois meses desde que fiz madeixas pela última vez. O meu cabelo natural continua a crescer forte, suave e com brancos (menos brancos do que eu pensava que tinha) e cada dia que passa gosto mais do que vejo ao espelho! Sinto-me orgulhosa da decisão que tomei, de aceitar a natureza como uma benção e deixar de esconder os meus cabelos naturais com químicos só porque estão a ficar branquinhos. Estão a ficar lindos, saudáveis e únicos e estou simplesmente a amar !! 😃😃😃



sexta-feira, 31 de março de 2017

Apaixonada pelos meus cabelos silver



Apaixonada pelo meu cabelo silver, natural e brilhante. Acho que não me vou aguentar muito tempo sem cortar!! Para a semana? 😂

Cabelos Brancos? - A Decisão



Considero que assumir ou não os cabelos grisalhos é algo muito pessoal. Eu não devo dizer aos outros que devem pensar como eu e nem os outros devem tentar convence-me a pensar como eles. Devemos sim fazer o que nos faz sentir bem e incentivar os outros a fazer o mesmo. Tenho conversado com algumas amigas minhas sobre a minha decisão e noto que a maioria respeita e uma ou duas admira o que estou a fazer, mas pelas suas razões não estão preparadas para esse passo, mesmo que já haja pelo menos alguma vontade, especialmente pelo facto de já estarem fartas das tintas. No meu caso foram vários factores que me levaram a ponderar. Pensei muito primeiro e antes de tomar a decisão tive dúvidas e questões. Penso que é normal, faz parte de dar esse "passo". Posso mudar de idéias? Claro que sim. Acho que vou mudar de idéia? Acho que não. Estou demasiado farta de retocar as raizes a cada três semanas, além de ter estragado o meu cabelo com tintas, tenho saudades de "ver" como é o meu cabelo ao natural e comecei realmente a apreciar as "cabeleiras" brancas ou "semi-brancas" das pessoas na rua, ou nos transportes. Acho que posso dizer que o ódio ou pavor que tinha dos cabelos brancos, se transformou radicalmente em amor e admiração, e isso deixa-me feliz e com uma sensação de liberdade e aceitação única!

quarta-feira, 29 de março de 2017

A revolução do cabelo prata



Sabes que chegou a altura de deixar os teus brancos crescer livres e à mostra quando dás por ti no metro a elogiar o cabelo de uma senhora com uma farta e saudável coroa de prata!!

Quanto gastei (tempo e dinheiro) com tintas de cabelo?




Não me recordo ao certo com quantos anos comecei a pintar com regularidade o meu cabelo, mas terá sido por volta dos 23 ou 24 anos. Completei 36 anos este mês, significa isso que foram cerca de 13 anos a pintar todos os meses ou quase todos os meses. Então imaginemos que foram 13 anos. Maioritariamente pintava em casa, com tintas de supermercado ou de ervanária, uma ou duas vezes por mês e devo ter feito em cabeleireiros, madeixas ou nuances umas 7 ou 8 vezes no total. Já para não falar das horas (perdidas) e que podia ter usado para fazer actividades que realmente me agradam.


Pintura em casa ( a grande maioria das vezes) - 13 anos vezes 12 meses é igual a 156 meses. Uma média de 10 euros por caixa de tinta, isto significa o avultado valor de 1560€ em quimicos para o cabelo. Cerca de 45 minutos para o procedimento, seriam 156 vezes 45 minutos, igual a 7020 minutos, são 117 horas,  4.8 dias que estive a "pintar o cabelo"

Pintura nos cabeleireiros - (fiz madeixas ou nuances cerca de 8 vezes, aproximadamente), uma média de 45€, dá o total de 360€. O procedimento durava cerca de 2 horas e meia, por isso mais 20 horas a acumular às outras horas.


Totais

€ 1920
5.7 dias gastos 



Oito semanas sem pintar o cabelo! Será que o pior já passou?



Aqui estou eu... com os meus cabelinhos brancos a nascerem livremente sem tintas desde dia 4 de Fevereiro. 


Está a ser facil ou dificil? Bem, acho que nem uma coisa nem outra, pelo menos por enquanto. Chateia-me um pouco o cabelo agora ter várias cores, o período de transição já sabia que não iria ser fácil, mas acho que acima de tudo estou cheia de vontade de ver o meu cabelo todo "natural", sem tintas, e poder ver o resultado final. Tenho comentado sobre a minha decisão de não pintar mais o cabelo e tenho recebido elogios e criticas, mas para ser sincera, não estou muito preocupada com isso. Considero que decidi sozinha e que estou verdadeiramente preparada para encarar as possíveis consequencias desta decisão. A minha mãe apoia-me e entende-me e isso é o mais importante. Acima de tudo a única diferença que estou a sentir é uma liberdade muito grande que não sei explicar por palavras. Como se estivesse a revelar o mais verdadeiro "eu" e a aceitar-me exactamente como sou.

terça-feira, 28 de março de 2017

segunda-feira, 27 de março de 2017

Cabelos brancos com orgulho!!

Edgar Allan Poe - "Os cabelos brancos são arquivos do passado"





The Knick - Opinião/Review

Muitos dos procedimentos médicos considerados hoje em dia básicos e rotineiros, nem sempre o foram, como por exemplo a remoção do apêndice e as cesarianas. No inicio do século XX,os médicos experimentavam muitas técnicas, muitas das vezes pela primeira vez na história, em hospitais bastante rudimentares, em pacientes reais, muitas vezes sem sucesso, acabando muitos pacientes por vir a falecer na própria cirurgia, ou pouco tempo depois. O racismo, contra os negros, muitas vezes com capacidades intelectuais fora do comum e que ficava portanto na maioria das vezes por aproveitar ou apenas no anonimato, era um problema gravíssimo na sociedade elitista e preconceituosa do inicio do século. Também a diferença abismal entre os ricos e os pobres. Temas que fazem desta série, uma das melhores e mais inteligentes que vi. TOP TOP!!!


quarta-feira, 22 de março de 2017

Jeroen Dijsselbloem - Politicamente (in)correcto?

Ontem e hoje, o assunto principal nas redes sociais e nos jornais é a frase que este tal senhor Jeroen Dijsselbloem (actual ministro das finanças da Holanda e presidente do Eurogrupo) disse. A frase soou mal aos ouvidos mais sensíveis e aqueles que possivelmente até "enfiaram o barrete"e, portanto estão neste momento a atacar o senhor e a exigir imediatamente a sua demissão. Isto fez-me pensar num assunto que sempre me causou alguma confusão - o politicamente correcto. Vivemos numa sociedade em que supostamente deveriamos ter liberdade de expressão, mas cada vez mais isso simplesmente não acontece. Temos medo de falar aquilo que verdadeiramente pensamos pois podemos ser mal interpretados. Isso acontece com as nossas relações familiares, laborais e sociais. Devo confessar que muitas vezes, o "ter" de ser politicamente correcta irrita-me profundamente. Este senhor, que a partir de agora passei a admirar, apenas teve a coragem de dizer aquilo que muitos não têm, e só não entende o que ele quer dizer quem for mesmo, mesmo muito burro. Pura e simplesmente, ele está a dizer que há países que não sabem gerir o dinheiro público, e não estivesse eu num dos países em que a má gestão do mesmo é deveras gritante, tenho mesmo de concordar com ele e admirar a sua coragem! Precisamos de mais Senhores destes.

Então eu agora vou-lhe emprestar dinheiro. Você gasta-o todo mal gasto. Eu digo-lhe que não o devia de gastar em "álcool e mulheres", e eu é que sou a má da fita?!!! A Sério!?







quinta-feira, 16 de março de 2017

Livro "Cavalo de Fogo - Paris" de Florencia Bonelli e o seu contexto histórico



Estou neste momento a ler o livro "Cavalo de Fogo - Paris" de Florencia Bonelli, o primeiro volume de uma trilogia que me está a cativar bastante especialmente pelo facto de ter como pano de fundo o conflito israelo - palestiniano. Normalmente os típicos "Romances" não têm um cenário histórico interessante e real e por isso estou a sentir-me profundamente cativada por este livro. A escritora conhece muito bem esta história e de forma por vezes complexa nos dá a conhecer muitos pormenores do que se passa no Médio-Oriente e por isso sinto-me na "obrigação" de fazer o "trabalho de casa" e estudar um pouco mais estas diversas religiões e ideologias politicas. Aqui ficam alguns factos importantes sobre Jerusalém - a cidade chave e reinvindicada pelos dois povos: israelitas e palestinianos.


Jerusalém é uma das cidades mais antigas do mundo. Registros apontam sua origem em torno do milênio IV a.C. É considerada uma cidade santa para os judeus, cristãos e muçulmanos.

No curso da história, Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes. 

Acredita-se que Davi tenha escolhido Jerusalém como sua capital por estar ela localizada entre o reino de Judá (ao sul) e Israel (ao norte). Foi lá que Salomão construiu o primeiro templo e onde permaneceria guardada a mítica Arca da Aliança, que continha as tábuas com os Dez Mandamentos.

Jerusalém teria sido invadida e arrasada pelos babilônios logo após a morte de Salomão, em 930 antes de Cristo. Os judeus foram enviados ao exílio e o templo destruído. Eles só voltariam para sua antiga capital quando Ciro, rei da Persa, derrotou a Babilônia.

Com a chegada dos árabes, construiu-se o Domo da Rocha no lugar do templo. É o terceiro lugar mais sagrado do islamismo depois de Meca e Medina. Os muçulmanos acreditam ter sido aquele o local em que o profeta Maomé teria subido aos céus.

Um dos locais que mais atraem turistas cristãos em Jerusalém é o Monte das Oliveiras. De acordo com a Bíblia, foi para esse local que Jesus teria ido após a Última Ceia. E conforme a crença judaica, é lá que o Messias retornará no dia do Julgamento.

De acordo com a cronologia, Jerusalém sofreu os mais variados domínios: persa, grego, romano, bizantino, muçulmano, cristão, mongol, otomano, britânico e agora israelita.


sexta-feira, 10 de março de 2017

Livros e Palavras

Sou de Humanidades, naturalmente gosto de literatura, livros e palavras! As palavras constroem frases, as frases compõem histórias, e as histórias criam vidas! Um livro é um bem precioso para as almas ávidas de conhecimento. Eu adoro ler. Não me lembro qual foi o primeiro livro que li, mas lembro-me de ter tido livros toda a minha vida e da minha mãe sempre me falar em livros – uma das suas grandes paixões! Compro livros sempre que posso, muitas vezes leio mais do que um ao mesmo tempo. Neste site, podemos partilhar livros lidos, opiniões, comentários, livros preferidos... Tudo sobre os livros, para os verdadeiros amantes da literatura, seja ela de que género for. Aqui partilho o site para quem estiver interessado.


https://www.goodreads.com